segunda-feira, 16 de junho de 2008

Delineamento Urbano | A montagem



Sábado dia 14 de junho, aconteceu a abertura da exposição Delineamento Urbano. Porém antes de falar sobre a abertura, que colocarei em outro post, queria falar um pouco da montagem e agradecer pelos que me ajudaram e me apoiaram.
A montagem ocorreu dia 7 de junho, saimos de casa (Santo André) as 8h30 e chegamos na Fábrica de Criatividade (Zona Sul) por volta das 10h00 devido ao trânsito característico da cidade de São Paulo. A montagem foi complexa, para não dizer foda, pelo menos para mim devido a falta de experiencias anteriores nesse tipo de montagem. Começamos montando a obra Linhas, formas e gestos, composta por 4 faixas de tecidos com 8,40 x 2,20 m pintadas com tinta látex. Usamos para montagem cabos de aço que se prenderam nos braços de ferro que suportava os vidros do prédio. Dois tecidos de um lado e dois do outro. No lado direito onde montamos os primeiros ocorreu um fato engraçado, claro engraçado depois que deu tudo certo. Foi o seguinte depois de termos montados duas das faixa, meio na empolgação e na pressa, descemos, vimos como ficou de fora do prédio, piramos com o resultado e subimos para montarmos os outros dois do lado esquerdo. Mas antes demos uma pausa para um lanche rápido pois já era 13h30. Sentamos no chão e começamos a comer, quando olhei para o tecido, um deles estava de ponta cabeça. Ai fudeu neh, descuido meu que não tinha confeirdo antes, porque no lugar aonde estavamos não tinha como abrir 8 metros de pano, então dei uma olhada rápida e fui na sorte, ou seja, fui burro, e azarento...rs, um puta trampo jogado fora, "mas beleza pelo menos os cabos de aço está passado", pensamos. Desmontamos tudo de novo, com todo cuidado com os cabos, que foi embasado para passar eles pelas garras que seguram o vidro. Trocamos a faixa a hora que começamos a parafusar, um dos cabos escorregou da mão do Kinho e caiu, fez peso no do outro lado e soltou tudo, leu direito o que eu escrevi, soltou tudo! conclusão: 14h20 e nada feito trabalho começando do zero. Tudo bem depois foi rápido, depois de muitos erros e acertos pegamos a prática. Primeira parte concluída.
Segunda parte: A obra Itinerante, composta por quarenta caixotes de madeira que geralmente são usados em feiras livres, onde dentro deles pintei com tinta látex retratos de usuários do transporte coletivo, neste caso o trem. Criando assim uma relação entre o trem que transporta pessoa e o caixote transporta alimento. Teve inicio a montagem por volta das 15h20, tivemos que usar andaimes, como não tinha madeira para colocar como base, ficamos pendurados na armação de ferro. As pernas foram pro saco, enquanto eu e o Kinho ficamos encima pregando os caixotes o xan fazendo contrapeso de uma lado e o dan passando os caixotes do chão, depois os dois trocaram de funções. Mas eu e o kinho continuamos nos andaimes. As pernas foram pro saco. Já disse isso neh, mas é que foi foda mesmo.
Pronto depois das obras montadas, passamos a montar os estudos que foram rápidos e dar os ultimos retoques, saímos da Fábrica as 19h10, satisfeitos, missão concluida. Experiencia nova, mais apreendizado, isso é o que importa.
Queria deixar alguns agradecimentos aqui pro pessoal que colaborou para a conclusão e montagem das obras:
A dona Cecilia mãezona sem ela por perto não sei o que seria de mim, que não estressou pelos caixotes espalhado por toda casa, a minha querida sogra Lucia, que costurou as barras das faixas e me deu algumas idéias importantes, a minha amada Amanda que sempre me apoiou e me apoia com muita paciência, ao pessoal do OMOTIM, mais que amigos, uma verdadeira familia, irmãos de coração Xan, Dan e Kinho, valeu pela força sem palavras, irmandade sempre, e por ultimo ao meu tio Luiz que emprestou o carro para o transporte dos caixotes e que ainda vai comprar um que eu sei. Muito obrigado!
Em breve vou fazer outro post com mais agradecimentos e mais fotos da abertura (que estou esperando chegar) contando como foi, o que posso dizer é que quem não foi PERDEU!
Abrax
muito obrigado aos comentários ainda não tive tempo de responder mais fiquem tranquilos que não esqueci.
Marcio Moreno

4 comentários:

Edson Lovatto disse...

Marcião, a cada dia fico mais orgulhoso de ti, rapaz...É muito bom saber que as coisas estão dando certo para você e que sua carreira está chegando em um ponto que reflete todo o seu esforço, dedicação e, claro, talento...Acho que, a continuar deste jeito, você ainda conseguirá muito mais sucesso!!!! Parabenizo você, desde já, por esta nova empreitada (que, pelo visto, está sensacional). Que muitas outras exposições venham!!!!

Carol disse...

Eu imagino a cara de vocês quando o cabo soltou! hahahaha E imagino a do Kinho...!! hahahaha

Já te dei parabéns mil vezes márcio..mas vale reforçar!
A expo ficou muito boa... o bate papo com o artísta foi o máximo!!!
parabéns mesmo...!


beijooo!

Thiago disse...

Fala Márcio, aqui é o Reinaldo (namorado da Lili), escrevo só pra reforçar os elogios às suas obras. Parabéns e até a próxima.

Inconstância disse...

muito bom o trabalho
parabéns

=D